Nino Jazz actua em concerto intimista no Memorial Agostinho Neto

“Uma viagem aos clássicos do jazz, passando um pouco pela essência angolana, e, naturalmente, dando uma pitada do que acontece na sua alma”, é o que promete o espectáculo do pianista angolano Nino Jazz, marcado para esta quinta-feira, 29, às 18h00, no auditório do Memorial Dr.º António Agostinho Neto (MAAN).

O concerto de carácter intimista faz parte da agenda anual do Memorial, que compreende vários atractivos e eventos, sendo este parte de um movimento artístico e cultural cujo conceito alterna entre a presença em palco de um artista instrumentista — com ou sem acompanhantes — e um cantor, que actue a solo, como duo, trio ou quarteto.

Com entradas livres, o concerto de Nino Jazz terá o suporte musical dos músicos Mário Gomes (guitarra eléctrica) e Dalú Rogeé (percussão). Sobre o repertório, a organização não avançou detalhes, deixando apenas indicações de um espectáculo em que a tónica deverá ser uma mistura de sons e ritmos jazzísticos que terá Angola bastante evidenciada.

Para além de pianista, Nino Jazz é produtor e director artístico. O início da sua carreira musical foi marcado pela sua participação na digressão de estreia do álbum ‘Bye Bye N’Sex Love’, da banda angolana O2.

Entre 2003 e 2004, integrou a banda Wana Groove, formação musical residente no Restaurante Miami Beach, na Ilha de Luanda, e entre 2017 a 2019 participou nas três edições das comemorações do Dia Mundial do Jazz em Luanda. O artista é director musical do Festival da Canção de Luanda, realizado pela rádio LAC — Luanda Antena Comercial.

Nino Jazz prepara-se para fazer o lançamento do seu álbum intitulado ‘Luz de Néon’, composto por seis faixas de temas instrumentais, no qual trabalhou com o músico brasileiro Munir Hossn, o português Ricardo Toscano e muitos outros.

 

*Foto/Jornal de Angola

Lurdes Tomé

Lurdes Tomé

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *