Isto é Notícia

Jovem que estuprou e matou a menor Abigail em 2018 é condenado a 24 anos de prisão maior

Partilhar conteúdo

O Tribunal Supremo condenou, esta semana, Adilson Manuel Arnaldo, de 29 anos de idade, a 24 anos de prisão maior, pelo crime de estupro seguido de homicídio, em que foi vítima Abigail Jerusa Nungole, de quatro anos de idade, em Junho de 2018, no distrito do Benfica, em Luanda.

Segundo contou o pai da vítima, José Nungole, o infortúnio decorreu quando Abigail saía da explicação e foi brincar em casa de uma amiga, tendo o irmão da mesma violentado e atirado o corpo num matagal localizado próximo de sua residência.

A 14 de Maio de 2021, Adilson Arnaldo foi condenado a 23 anos de prisão maior, mas na altura encontrava-se foragido. No entanto, na manhã da última quarta-feira, 9, o réu foi detido numa residência familiar, localizada no bairro Sossego, em Luanda, pelos efectivos do Serviço de Investigação Criminal (SIC), após um mandato de captura emitido pela Procuradoria-Geral da República (PGR).

O pai da vítima, que deu conta da condenação através de uma publicação na rede social Facebook, mencionou que inúmeras vezes o acusado foi visto pelos populares nos arredores do referido bairro, e que, inclusive, trabalhava como ajudante em uma obra nas proximidades.

“A nossa filha não voltará, mas estamos aliviados. Assim já sabemos que outras crianças não cairão nas garras dele e estão fora de perigo. A única coisa que esperamos é que ele cumpra a sentença. Hoje sentimos o sabor da vitória, após quatro anos de luto, sofrimento, injustiça, lágrimas, frustrações e impunidade”, escreveu o pai da menor estuprada e assassinada.

Isto É Notícia

Related post

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *