Começou o julgamento do ex-secretário do Papa Francisco, acusado de crimes financeiros

O processo judicial de um escândalo financeiro que envolve dez pessoas, incluindo o secretário do Papa Francisco, o cardeal italiano Angelo Becciu, iniciou esta terça-feira, 27. Os envolvidos estão a ser julgados por crimes financeiros, relacionados com a compra de um luxuoso edifício em Londres.

De acordo com informações avançadas pelo portal da SIC Notícias, o cardeal, destituído pelo Papa Francisco no ano passado, está ser julgado pelos “crimes de peculato e abuso de poder e também da concorrência, bem como de suborno”, no quadro da “matéria relativa aos investimentos financeiros do secretário de Estado em Londres”.

Angelo Becciu respondia por um dos cargos mais poderosos da Santa Sé e era um conselheiro próximo do Papa, que quis assim mostrar que ninguém está acima da lei.

Segundo a imprensa portuguesa, o antigo chefe da unidade de serviços secretos financeiros do Vaticano e dois correctores italianos estão entre os acusados. Angelo Becciu é a mais alta figura da Igreja Católica a ser julgada por crimes financeiros.

Investigação iniciada em 2019

Em conjunto com o cardeal, outras nove pessoas e quatro empresas foram indiciadas depois de a investigação judicial, iniciada em 2019, ter permitido estabelecer “uma ampla rede de relações com participantes dos mercados financeiros que gerou perdas consideráveis para as finanças do Vaticano, tendo também utilizado os recursos destinados às obras de caridade pessoal do Papa”.

Em 2014, a secretaria investiu cerca de 244 milhões de dólares como parceira de um acordo para comprar um edifício de luxo em Londres.

Todos os arguidos são “membros do pessoal eclesiástico e leigos do secretário de Estado e personalidades da então Autoridade de Informação Financeira, bem como personalidades externas, activas no mundo das finanças internacionais” e estão acusados dos crimes de abuso de poder, extorsão, branqueamento de capitais, fraude, falsa escritura pública e privada, violação do sigilo do cargo e peculato.

Avatar

Isto é Notícia

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *