Isto É Notícia

Tchade. Governo falha “tentativa de desestabilização” levada a cabo por 11 oficiais do exército

Partilhar conteúdo

O governo do Tchade anunciou esta quinta-feira, 5, em comunicado, ter frustrado uma “tentativa de desestabilização” destinada a minar a “ordem constitucional e as instituições da República”.

“Este plano foi elaborado por um pequeno grupo de conspiradores composto por onze oficiais do exército chefiado por Baradine Berdei Targuio, presidente da Organização Tchadiana para os Direitos Humanos (OTDH, na sigla em francês)”, lê-se no comunicado, assinado pelo porta-voz do governo, que acrescenta terem os serviços de segurança efetuado a sua detenção a 8 de Dezembro de 2022″.

Segundo Aziz Mahamat Saleh, ministro da Comunicação e porta-voz do governo, “foi aberta uma investigação judicial contra essas pessoas por atentado à ordem constitucional, associação criminosa, posse ilegal de armas de fogo e cumplicidade”.

“O juiz de instrução responsável procedeu à sua acusação e colocou-os sob mandado de prisão”, sublinha o comunicado de imprensa.

“O trâmite legal está a decorrer e o governo pretende esclarecer este caso e apurar as responsabilidades”, conclui o ministro.

Em Fevereiro de 2021, Baradine Berdei Targuio foi condenado a três anos de cadeia por atentar contra a ordem constitucional por ter escrito que o falecido Presidente Idriss Déby Itno, morto em combate contra rebeldes em abril de 2021 e pai do actual Presidente Mahamat Idriss Déby Itno, estava “gravemente doente” e “internado num hospital”.

LUSA

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *