Etiquetas : Uíge

País

Médico cubano de 60 anos abusa sexualmente paciente de 16

Um cidadão de nacionalidade cubana, de 60 anos, foi, na tarde de terça-feira, 12, detido pelo Serviço de Investigação Criminal (SIC), no Uíge, e posteriormente ouvido em em interrogatório judicial junto do Ministério Público naquela província, sob acusação de ter abusado sexualmente uma adolescente de 16 anos de idade. A informação avançada pelo SIC não […]Ler Mais

País

Administrador municipal de Songo morre de AVC durante a visita

O administrador municipal de Songo, no Uíge, João da Silva Kissola, morreu na manhã desta quarta-feira, 27, vítima de um acidente vascular cardíaco (AVC), enquanto decorria a visita do Presidente da República à feira agro-pecuária. De acordo com fontes protocolares ouvidas pelo !STO É NOTÍCIA, o administrador, tomado por algum stress desencadeado por causa dos […]Ler Mais

País

PR autoriza ratificação do Plano Director Municipal do Negage com

O Presidente da República, João Lourenço, autorizou a ratificação do Plano Director Municipal (PDM) do Negage, no Uíge, que comporta 2.019 quilómetros quadrados, considerando que o ordenamento do território e o desenvolvimento urbano são de primordial importância no contexto socioeconómico e político do país. A autorização consta do Despacho Presidencial n.º 175/21, de 22 de […]Ler Mais

Articulistas Nelson Domingos Opinião

Uma reflexão sobre a proposta de divisão político-administrativa do Estado

“O melhor governo é aquele em que há o menor número de homens inúteis.” Voltaire     A denominada divisão político-administrativa consiste na repartição territorial de um Estado mediante a especificação dos seus limites geográficos internos para fins administrativos e, consequentemente, eleitorais. A divisão político-administrativa da República de Angola é regida pela Lei n.º 18/16, […]Ler Mais

Politica

PR autoriza despesa de 4 mil milhões Kz para expediente

O processo de alteração da divisão político-administrativa das províncias do Kuando Kubango, Lunda-Norte, Malange, Moxico e do Uíge, cuja fase de auscultação pública termina nesta sexta-feira, 16, vai custar aos cofres do Estado o valor de quatro mil milhões kwanzas, previstos para a aquisição de bens e serviços relacionadas com estudos, fiscalização, consultoria e bens […]Ler Mais