‘Projecto Danças Angolanas’ promove workshop sobre os estilos de dança kizomba e semba na Finlândia

 ‘Projecto Danças Angolanas’ promove workshop sobre os estilos de dança kizomba e semba na Finlândia

Os estilos de dança kizomba e semba vão estar, este fim-de-semana, em destaque num workshop promovido no âmbito do ‘Projecto Danças Angolanas’, em Helsínquia, na Finlândia, cujo palestrante será o bailarino Gabriel Cabinda, o mentor da iniciativa.

Realizado em cooperação com uma rede de embaixadores internacionais, o ‘Projeto Danças Angolanas’ nasceu com o objectivo de ajudar a promover a cultura angolana, dando a conhecer a sua verdadeira essência, tradições, danças e as suas gentes, apoiando pessoas que têm o mesmo objectivo.

O seminário — que tem como ‘pano de fundo’ a promoção da cultura nacional, o intercâmbio cultural e estimular o interesse pela gastronomia angolana — vai abordar de forma teórica e histórica ambas as danças e ritmos angolanos.

Logo após a roda de conversa, os participantes irão receber uma aula prática durante a qual o professor Gabriel Cabinda irá ensinar alguns passos e movimentos das referidas danças.

Actualmente, é quase impossível ir a uma festa sem dançar kizomba ou semba, danças de origem angolana que têm ganhado, nos últimos tempos, cada vez mais popularidade na diáspora.

Gabriel Cabinda é campeão angolano de kizomba e semba de 2011. Ficou em primeiro lugar de forma impressionante entre mais de cinco mil candidatos.

Por circunstâncias alheias à sua vontade, não pôde viajar para a Europa como os outros campeões, mas, ao invés disso, concentrou a sua atenção e energia na promoção das danças angolanas em Angola.

Em 2012, criou com os seus colegas o agora mundialmente famoso ‘Projeto Kizomba na Rua Angola’. No mesmo ano, organizou o seu primeiro workshop de dança kizomba em Angola.

Em 2015, enquanto estudava gestão hoteleira na África do Sul e Suíça, leccionava dança e organizava eventos, actividade altamente reconhecida pela sua escola.

Gabriel Cabinda adora partilhar os seus conhecimentos sobre kizomba e semba, que afirma estarem no seu ADN. O artista é também apaixonado por educar as pessoas sobre a cultura angolana através do seu trabalho. Actualmente, ensina semba e kizomba em Portugal, enquanto se forma em gestão de marketing.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.