Guelson FC exige do 1.º de Agosto pagamento de 692 mil USD pelo passe de Zito Luvombo

 Guelson FC exige do 1.º de Agosto pagamento de 692 mil USD pelo passe de Zito Luvombo

A direcção do Recreativo Social e Desportivo Guelson FC, emblema que descobriu e formou o extremo angolano Zito Luvumbo, acusa o 1.º de Agosto de não ter pago, até à presente data, os valores da transferência do atleta. O clube realizou, esta segunda-feira, 28, uma conferência de imprensa, na sua sede social, no município do Kilamba Kiaxi, para abordar o assunto.

Em causa, segundo apurou este portal, está a transferência de Zito Luvumbo para a equipa do Cagliari, da primeira divisão italiana, pela qual o Guelson FC esperava receber do clube militar uma quantia equivalente a 692 mil dólares norte-americanos.

“Esgotou a nossa paciência para com o 1.º de Agosto. Foram anos de muitas conversas, telefónicas e trocas de correspondência, mas, até à presente data, nada. Agora, pensamos nós que, chegamos ao fim da luta extra-judicial”, disparou Pempele Pedro, o presidente e fundador do Guelson FC, a formação que disputa o zonal de apuramento ao Girabola.

Em Setembro de 2020, a revista Forbes Angola avançou que Zito Luvumbo era o jogador mais valioso do Girabola na altura e que, internamente, o seu passe estava avaliado em 700 milhões de kwanzas.

Segundo apurou o !STO É NOTÍCIA, a formação do 1.º de Agosto recebeu do Cagliari, pela venda do atleta, um total de 1,4 milhões de euros, mas, deste valor, o Guelson FC não recebeu um centavo do elenco liderado por Carlos Hendrick, que prometeu, nos próximos dias, rebater as acusações.

Dos factos

Em 2015, após anos no Guelson FC, Zito Luvumbo transferiu-se para o Clube Desportivo 1.º de Agosto, formação onde ficou até à sua transferência para os italianos do Cagliari.

O primeiro contrato de parceria assinado entre militares e o Guelson FC tinha o período de caducidade de dois anos, mas com uma cláusula de renovação para mais um ano, com 30 dias antes do seu término.

O jovem jogador deixou o 1.º de Agosto após ter sido lançado na equipa principal, no final da época 2018-2019, com apenas 17 anos, ajudando o clube a conquistar um campeonato nacional e uma Taça de Angola.

O extremo destacou-se pela selecção nacional no torneio da Cosafa em sub-17, e no Mundial da categoria, no Brasil, em 2019, com Angola a chegar aos oitavos-de-final.

Zito Luvumbo foi também referenciado em 2020 entre as 100 promessas do futebol mundial, segundo a FIFA.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.