Isto É Notícia

EUA terão pedido a Israel que envie mísseis para Kyiv, sem sucesso

Partilhar conteúdo

Os Estados Unidos terão pedido ao governo israelita que envie os mísseis anti-aéreos Hawk para a Ucrânia, algo a que Israel não terá acedido, garante um portal de notícias norte-americano.

Israel terá recusado aceitar o pedido dos Estados Unidos que visava o envio de mísseis anti-aéreos Hawk para a Ucrânia, avança o portal de notícias norte-americano Axios, que cita fontes anónimas dos governos dos EUA e de Israel, respectivamente.

O alto funcionário israelita disse ao mesmo portal que o chefe do departamento de política do Ministério da Defesa de Israel, Dror Shalom, terá dito aos seus colegas norte-americanos que a política de Israel de não fornecer sistemas de armas à Ucrânia não vai mudar. Até porque, terá alegado Shalom, os sistemas Hawk israelitas, da década de 1960, estão “obsoletos” e não podem funcionar por causa de terem passado tanto tempo armazenados, sem manutenção.

Ainda assim, alegam as fontes citadas pelo Axios, as autoridades israelitas acusaram a resposta de Shalom ao pedido do Pentágono de não ter sido precisa, enfatizando que, embora o equipamento possa estar completamente disfuncional, as centenas de interceptadores Hawk armazenados em Israel podem ser recondicionados e usados.

O conflito armado entre a Ucrânia e a Rússia começou, a 24 de Fevereiro de 2022, com o objectivo, segundo Vladimir Putin, de “desnazificar” e desmilitarizar a Ucrânia para segurança da Rússia. A operação foi condenada pela generalidade da comunidade internacional.

A ONU confirmou que cerca de sete mil civis morreram e mais de 11 mil ficaram feridos na guerra, sublinhando que os números reais serão muito superiores e só poderão ser conhecidos quando houver acesso a zonas cercadas ou sob intensos combates.

NOTÍCIAS AO MINUTO

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *