África do Sul. Mãe atira bebé de prédio em chamas

Uma mulher em Durban, na África do Sul, teve de atirar o filho pequeno de um prédio para o salvar de um incêndio, esta terça-feira. Segundo o jornal Evening Standart, citado pelo Observador, o fogo terá sido ateado por um grupo de pessoas que pilhavam as lojas no centro da cidade em mais um dia de distúrbios após a prisão do antigo Presidente sul-africano Jacob Zuma.

O incêndio, que começou no rés-do-chão do edifício, espalhou-se aos andares superiores, obrigado os inquilinos a fugir. Imagens captadas no local  mostram o momento em que uma mãe atirou o bebé de uma altura considerável para um grupo de vizinhos em frente ao prédio. A mulher, que se reuniu com o filho pouco depois, desceu por um escadote. Os bombeiros chegaram 20 minutos depois.

Pelas filmagens é também possível perceber a situação caótica que se vive no centro de Durban, uma das cidades afetadas pela onda de violentos distúrbios que há uma semana assola a África do Sul. Nesta cidade portuária, os residentes tiveram de se armar com armas de fogo para proteger comunidades, casas e negócio, alvo de pilhagens. Grandes armazéns de distribuição em Rivehorse Valley terão sido saqueados, apesar da presença do Exército sul-africano, destacado na segunda-feira para conter a situação que teve como ponto de partida a prisão de Jacob Zuma na quarta-feira da semana passada.

Texto Observador

Avatar

Isto é Notícia

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *