Reino Unido anuncia novas sanções que afectam primos, namorada e ex-mulher de Putin

 Reino Unido anuncia novas sanções que afectam primos, namorada e ex-mulher de Putin

O Reino Unido anunciou, esta sexta-feira, 13, novas sanções que têm como objectivo visar o Presidente russo, Vladimir Putin, na sequência da invasão da Ucrânia. Na lista, constam pessoas do círculo íntimo do líder do Kremlin, entre as quais alguns primos, a ex-mulher e a alegada namorada actual.

“Estamos a expor e a visar a rede suspeita que apoia o estilo de vida luxuoso de Putin”, afirmou a ministra dos Negócios Estrangeiros britânica, Liz Truss, em comunicado. “Vamos continuar com estas sanções a todos os que auxiliam e permitem a agressão de Putin até que a Ucrânia vença”.

No total, a lista de sanções do Reino Unido inclui mais de mil pessoas e cem entidades, a que agora acresce a ex-primeira-dama da Federação Russa e ex-mulher de Putin, Lyudmila Ocheretnaya, e a ex-ginasta olímpica e presidente do maior grupo privado de comunicação social da Rússia, Alina Kabaeva, também apontada como a actual namorada do líder russo.

“Os registos oficiais mostram bens modestos para o Presidente Putin, incluindo: um pequeno apartamento em São Petersburgo, dois carros da era soviética dos anos 50, um atrelado e uma pequena garagem. Na realidade, Putin confia na sua rede de família, amigos de infância e de uma elite selecionada que beneficiou do seu governo e que, por sua vez, apoia o seu estilo de vida. A recompensa é a influência sobre os assuntos do Estado russo, que vai muito além das suas posições formais”, justifica o Ministério dos Negócios Estrangeiros britânico.

Fazem também parte da lista de sanções Anna Zatseplina, avó de Alina Kabaeva; Igor e Mikhail Putin, familiares do líder russo; Mikhail Shelomov e Roman Putin, primos de Putin; os amigos Alexander Plekhov, Mikhail Klishin e Vladimir Kolbin e os familiares afastados Yuri Shamalov e Viktor Khmarin.

*Texto Márcia Guímaro Rodrigues

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.