Fitch atribui ao BAI estatuto de “principal banco privado de Angola”

A agência de notação financeira Fitch Rating elevou, nesta quinta-feira, 10, a categoria do Banco Angolano de Investimentos (BAI) para o nível de “Banco Estável”, conferindo-lhe o estatuto de “principal banco privado de Angola”.

A elevação da categoria do banco angolano deve-se ao facto de o BAI apresentar um perfil satisfatório de captação e liquidez, além da base de financiamento ser constituída pelos depósitos de clientes estáveis, com uma quota de mercado de empréstimos e depósitos estimada entre 15 e 20%.

A avaliação da agência de rating destaca, através de critérios expressivos, a resiliência no modelo de negócios e a rentabilidade que o banco dispõe.

Numa nota enviada à imprensa, o presidente da Comissão Executiva do BAI, Luís Lélis, considerou que a melhoria do ranking do banco em ‘B-/Estável’ “comprova a solidez e a credibilidade da instituição, quer a nível nacional como internacional”, apesar do ambiente desfavorável que a economia global atravessa.

“Apesar dos tempos desafiantes que a economia global atravessa, o BAI tem vindo como um dos principais agentes económicos de Angola, de maneira que esta nova avaliação vem solidificar a credibilidade nos serviços que prestamos”, argumentou o PCE do eleito “banco mais seguro de Angola”.

Em Outubro de 2021, a prestigiada revista norte-americana Global Finance elegeu, pela quarta vez consecutiva, o BAI como o ‘Banco Mais Seguro de Angola’, num universo de instituições financeiras bancárias de 112 países do mundo.

Na ocasião, a Global Finance justificou a distinção afirmando que se deve aos “resultados do desempenho do BAI na avaliação de ratings de longo prazo em moeda estrangeira”.

O evento teve lugar em Nova Iorque, nos Estados Unidos, no âmbito da 30.ª edição anual do ranking dos ‘Bancos Mais Seguros do Mundo’.

Avatar

Isto é Notícia

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.