Isto É Notícia

Sistema informático do Serviço Nacional de Identificação Civil sofre todos os meses cerca de 15 mil tentativas de invasão

Partilhar conteúdo

O sistema informático do Serviço Nacional de Identificação Civil sofre todos os meses cerca de 15 mil tentativas de invasão por parte de criminosos de países vizinhos. A denúncia foi feita na quinta-feira, 11, pelo director nacional de Identidade, Registos e Notariado, Carlos Cavuquila.

O responsável justificou as inúmeras tentativas com o facto de muitos estrangeiros estarem interessados em obter o bilhete de identidade angolano e, consequentemente, o passaporte nacional, o que tem originado as constantes tentativas de invasão do sistema.

“Há muita gente interessada em obter a identidade angolana, pois com o bilhete angolano é mais fácil obter o passaporte, e com o passaporte, obviamente, é mais fácil viajar para a Europa. Daí que os países vizinhos têm apetência em entrar no nosso sistema, obter fraudulentamente os nossos documentos e assim terem acesso aos passaportes”, revelou Carlos Cavuquila.

Entretanto, o responsável desdramatizou a situação, garantindo que o sistema de segurança do Serviço Nacional de Identificação é eficiente, daí que todas as tentativas são identificadas e vetadas na hora.

Carlos Cavuquila, que se encontra no município do Soyo, na província do Zaire, a proceder a trabalhos de auscultação sobre o estado dos serviços de identificação daquela região, aconselhou aos responsáveis locais para que se tenha muita atenção e rigor no tratamento dos vários ofícios, pelo facto desses tipos de ataques apresentam-se, geralmente, com finalidades criminosas.

“Basta dizer que quase todos os meses, nós detectamos não menos de 15 mil tentativas de fraude, e este número pode ser mais. O que significa dizer que há muita apetência vindo de fora, gente que quer duplicar a nacionalidade para fins criminosos”, referiu.

ISTO É NOTÍCIA

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *