PRODESI desembolsou 732.3 mil milhões kz em financiamento de projectos

O Programa de Apoio à Produção, Diversificação da Exportações e Substituição das Importações (PRODESI) aprovou, desde a sua implementação, 1020 projectos, correspondendo a 61,4% do total a serem aprovados, no valor de 732.3 mil milhões de kwanzas, avançou nesta terça-feira,28, em Luanda, o ministro da Economia e Planeamento, Mário Caetano João.

O governante, que fazia o balanço anual do programa, durante o habitual briefing bissemanal organizado pelo Ministério da Economia e Planeamento (MEP), avançou que o PRODESI permitiu gerar mais de 60 mil postos de trabalho e um aumento no volume de negócios das empresas de 538.02 mil milhões de kwanzas.

Os dados apresentados pelo director nacional para a Economia, Competitividade e Inovação, João Nkosi, indicam que só em 2021 foram aprovados 359 projectos, no valor de 241,8 mil milhões. No mesmo período, 448 projectos foram submetidos à banca, tendo sido aprovados 406.

Segundo o técnico do MEP, de 2019 (altura em que foi implementado o PRODESI) à presente data, deram entrada na banca 1662 projectos, dos quais 21 dizem respeito ao aviso 10/2020 do Banco Nacional de Angola (BNA) — que obriga os bancos comerciais a concederem créditos à economia Real—, 20 referentes ao Programa de Apoio ao Crédito (PAC), porém, 42 deles ainda se encontram em fase de negociação.

Dirigido pelo ministro da Economia e Planeamento, Mário Caetano João, acompanhado pelos homólogos da Agricultura e Pescas, António Francisco de Assis, e da Indústria e Comércio, Victor Fernandes, o evento contou com a presença de representantes de empresas envolvidas no processo produtivo, com realce para pequenos e grandes agricultores, indústria, banca e profissionais da comunicação social.

No que diz respeito ao alívio económico, as operadoras de microcrédito (OMC) desembolsaram cerca de dois mil milhões de kwanzas, o que permitiu atender a 1.683 projectos ligados ao microcrédito.

Durante o ano de 2021, segundo os dados do MEP, o PRODESI formalizou 1.102 contratos de compras, ultrapassando a meta do Plano de Desenvolvimento Nacional (PDN) de mil contratos, sendo o Kwanza-Sul a província que registou maior número, com 443, seguida de Cabinda (195) e Benguela (70).

Aprovado pelo Decreto Presidencial n.º 169/18 de 20 de Julho, o Programa de Apoio à Produção, Diversificação da Exportações e Substituição das Importações tem como objectivo essencial acelerar a diversificação da produção nacional e gerar riqueza, abrangendo os sectores da alimentação, agro-indústria e turismo.

*Com a Angop

Avatar

Isto É Notícia

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.