Exportações angolanas facturam 4,55 biliões de kz no primeiro trimestre de 2022

A balança comercial das exportações angolanas registou, no primeiro trimestre deste ano, um saldo positivo na ordem dos 4,55 biliões de kwanzas, como resultado do comportamento do preço do petróleo, principal produto das exportações angolanas.

Os dados constam do Boletim das Estatísticas de Comércio Externo referente ao primeiro trimestre do corrente ano, publicado recentemente pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

Os resultados divulgados indicam que, no primeiro trimestre de 2022, face ao período homólogo, se registou um aumento de 42,7% do valor total das exportações e 15,8% do valor total das importações.

O petróleo e os seus derivados, mais uma vez, lideraram o volume das exportações no período em observação, com 95,3%, seguido dos diamantes, com 3,8%, minerais e mineiros, máquinas, equipamentos e aparelhos, com 0,2% cada, em relação ao valor total.

Quantos às importações, no período em análise, os principais grupos de produtos importados foram: máquinas, equipamentos e aparelhos, com 19,3%, combustíveis, com 18,6%, produtos agrícolas, com 14,9%, produtos químicos, com 13,2%, e veículos e outros meios de transporte, com 7,8%, em relação ao valor total.

No quadro das exportações, seguindo a classificação por grandes categorias económicas de bens, durante o período em análise, a categoria dos combustíveis foi a que mais registou um nível acentuado das exportações, com 94,6%, seguida da categoria de bens de consumo, com 4,0%; bens intermédios, com 1,2%, e a de bens de capital, com 0,2%, em relação ao valor total.

Nas importações, os bens de consumo tiveram um aumento de 3,9%, ao passo que os bens intermédios registaram um crescimento na ordem dos 28,0%, e os bens de capital, de 19,6%, tendo os combustíveis tido um aumento de 18,5% em relação ao valor total.

Avatar

Isto É Notícia

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.