Direcção do Petro de Luanda busca experiência em Portugal para implementação da SAD

 Direcção do Petro de Luanda busca experiência em Portugal para implementação da SAD

Numa curta passagem pela cidade de Lisboa, Portugal, com destino à Casablanca (Marrocos), onde a equipa joga esta sexta-feira, 13, a delegação do Petro de Luanda, liderada pelo seu presidente Tomás Faria, reuniu com os responsáveis do Alverca e do Sport Lisboa e Benfica, com a finalidade de trocar experiências para a implementação da Sociedade Anónima Desportiva (SAD) tricolor.

Segundo apurou o !STO É NOTÍCIA, o elenco do Petro de Luanda pensa em apresentar o projecto SAD aos sócios na assembleia-geral ordinária, que inicialmente acontece no mês de Julho.

Sabe ainda este portal que o “ambicioso” projecto da Sociedade Anónima Desportiva é um dos principais objectivos da gestão de Tomás Faria, que entende o projecto SAD como um factor de atracção de negócios para o Petro de Luanda.

Já constituída pelo Cartório da Comarca de Luanda, na assembleia-geral de Julho próximo, a estreia da SAD no clube será apenas para o futebol, modalidade na qual o clube é o mais titulado, com 15 troféus a nível do campeonato nacional da primeira divisão (Girabola).

O grupo que trabalhou nesta quinta-feira, 12, em terras lusas justificou o encontro com o objectivo de adquirir mais conhecimentos sobre o funcionamento de uma SAD. Quer o Sport Lisboa e Benfica, como o Alverca, são instituições desportivas que funcionam há largos anos com esta estrutura de negócios.

Com a missão hercúlea, nesta sexta-feira, 13, a equipa do Petro de Luanda defronta o Wydad de Casablanca de Marrocos, para a Liga dos Clubes Campeões África, em partida referente à segunda-mão das meias-finais.

No jogo da primeira-mão, diante do seu público, os tricolores perderam, no 11 de Novembro, por 3-1, baralhando as contas para a passagem para a final que será inicialmente disputada no Senegal.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.