Crédito bruto ao sector não financeiro fixou-se em Junho deste ano em 4,77 biliões kz

 Crédito bruto ao sector não financeiro fixou-se em Junho deste ano em 4,77 biliões kz

O crédito bruto ao sector não financeiro cifrou-se, em Junho deste ano, em 4,77 biliões kwanzas, com um ligeiro aumento de cerca de 1,05 mil milhões de kwanzas (0,02%) face ao período homólogo.

De acordo com o Banco Nacional de Angola (BNA), do total disponibilizado, 91,52% representava o endividamento do sector privado (empresas privadas e particulares) e 8,48% o endividamento do sector público (administração pública e empresas públicas).

O endividamento do sector público não financeiro fixou-se em 404,81 mil milhões de kwanzas, dos quais 57,96% são referentes à administração pública e 42,04% às empresas públicas, o que comparado ao período homólogo representa um ligeiro aumento de 30,28 mil milhões de kwanzas (8,08%).

Para o sector privado, o endividamento registou uma redução de 29,22 mil milhões de kwanzas (0,66%), ao passar de 4,40 biliões de kwanzas, em Junho de 2021, para 4,37 biliões, em Junho de 2022, sendo que o endividamento das empresas privadas não financeira correspondia a 3,52 biliões, com uma diminuição de 1,50 mil milhões de kwanzas (0,04%), ao passo que o endividamento dos particulares correspondia a 846,79 mil milhões de kwanzas, com uma redução de 27,72 mil milhões de kwanzas (3,17%).

Crédito ao sector real

Em relação ao Sector Real, a instituição responsável pela política monetária no país dá conta que, no mês de Junho de 2022, o crédito bruto ao sector não financeiro alocado à economia real somou 936,02 mil milhões de kwanzas, representando 19,65% sobre o crédito total bruto do sector bancário.

Se comparado ao período homólogo, regista-se um ligeiro decréscimo de 2,12 mil milhões de kwanzas, de acordo com o documento do Banco Nacional de Angola.

O crédito bruto concedido no âmbito dos avisos do BNA de fomento ao sector real totalizou 438,51 mil milhões de kwanzas, o que corresponde a 46,85% do total de crédito ao sector real.

Em termos do sector de actividade económica do crédito total concedido ao sector real, no período em análise, destacam-se os seguintes dados estatísticos:

Indústrias transformadoras, com 491,34 mil milhões de kwanzas (52,49%), dos quais 334,71 mil milhões de kwanzas (68,12%) correspondente ao crédito ao abrigo dos Avisos em destaque;

Agricultura, produção animal, caça, floresta e pesca com 336,96 mil milhões de kwanzas (36,00%), sendo que 30,74%, ou seja, 103,58 mil milhões de kwanzas representava o crédito concedido no âmbito dos Avisos do BNA sobre o fomento do crédito ao sector real;

Indústrias extrativas, com 107,77 mil milhões de kwanzas (11,51%), deste valor 213,92 milhões de kwanzas (0,19%) foram concedidos ao abrigo dos Avisos sobre a concessão de crédito ao sector real.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.