Cine Atlântico acolhe estreia do filme ‘A Inocente’, de Humberto Bonifácio

O filme ‘A Inocência’, do realizador Humberto Bonifácio, chega aos ecrãs neste fim-de-semana, com duas sessões, nos dias 27 e 28, no Cine Atlântico. A longa-metragem visa incentivar a sociedade a denunciar casos de abusos sexuais contra menores no seio familiar.

Escrita por Edgar de Carvalho, a longa-metragem aborda a problemática em torno do abuso sexual infantil, com ênfase para os abusos que ocorrem no núcleo familiar, onde muitas vezes crianças e adolescentes são forçadas a manter relações sexuais com parentes próximos, incluindo os próprios progenitores.

O enredo narra a história de Bibi, cuja vida dá uma volta de 360 graus, quando o seu pai Minguito, motivado por um desconhecido, viola a própria filha, com todas as consequências que possam advir deste acto, a menina enfrenta as consequências deste abuso calada até que alguém resolve quebrar o silêncio.

O filme, de aproximadamente 50 minutos, é protagonizado pelos actores Imperador, Dádiva da Costa, Efigénia Muquele e Maueza Monteiro. ‘A Inocente’ conta com a produção da Associação Okwimba Ehn Produções, organização que defende os direitos da criança. O filme teve um orçamento de sete milhões de kwanzas.

O abuso sexual de menores é um tema que começou a ser alvo de preocupação pública, sendo por isso objecto de reflexão na curta-metragem ‘A Inocente’, lê-se numa nota que dá conta da estreia do filme.

Entende-se por abuso sexual o “envolvimento do menor em práticas que visam a gratificação e satisfação do adulto ou jovem, numa posição de poder ou de autoridade sobre aquele. Trata-se de práticas que o menor, dado o seu estádio de desenvolvimento, não está preparado, podendo causar transtornos físicos ou psicológicos.

Irinea Lukombo

Irinea Lukombo

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *