UNITA responde ao ‘pé da letra’ ao desejo de JLo no regresso de Samakuva ao Conselho da República

O ‘desejo expresso’, na segunda-feira, 25, pelo Presidente João Lourenço, na cerimónia de tomada de posse de Isaías Samakuva como membro do Conselho da República, incomodou, e de que maneira, os membros do Comité Permanente da Comissão Política da UNITA, que fizeram questão de deixar isso escrito no comunicado final da reunião desta quarta-feira, 27, que culminou com a convocação do XIII Congresso Ordinário do partido.

“Espero que desta vez venha para ficar”, disse-o João Lourenço, após dar posse a Isaías Samakuva, e depois de tecer rasgados elogios ao líder da UNITA. As palavras “simpáticas” e “lisonjeiras” do Presidente da República não agradaram os membros do Galo Negro, que as classificaram como “insultuosas, maliciosas e provocadoras”, e provenientes de “um homem que confunde a sua função de chefe de Estado com o papel de presidente do seu partido”.

É entendimento do Comité Permanente da UNITA que o pronunciamento de “João Lourenço procedeu à mais uma interferência aberta na vida interna da UNITA, provando a todos os angolanos e à comunidade internacional que foi ele [Presidente da República] o verdadeiro instigador do acórdão político n.º 700/2021 do Tribunal Constitucional, com o fim evidente de criar instabilidade no seio do maior partido da oposição”.

O partido fundado por Jonas Savimbi, que garantiu permanecer fiel aos ‘Princípios do Muangai’, tranquilizou os angolanos que se revêem na sua política, asseverando que de forma sábia sairá da situação actual, que considera ser uma “investida […]  de João Lourenço”.

“Enquanto houver o povo angolano, nada conseguirá impedir a nossa entrega ao bem-estar de todos os cidadãos. Ademais, pensar que, humilhando o presidente Samakuva se consegue fomentar uma rebelião interna, é não conhecer a UNITA. Tenha o nome que tiver o presidente da UNITA, ele será defendido por todos os militantes do partido”, asseguraram os membros do Comité Permanente do Galo Negro.

Jaime Tabo

Jaime Tabo

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *