Tanzânia. Político da oposição detido por planear realização de uma manifestação

O presidente do partido da oposição da Tanzânia Chadema, Freeman Mbowe, foi esta sexta-feira, 23, detido após ser abordado por um ‘exército de polícias’ à chegada a um hotel, às 02h30.

Mbowe, que foi preso juntamente com outros líderes, foi detido por planear uma manifestação, informou o partido Chadema, através de uma declaração publicada no Twitter e assinada pelo seu director de comunicação, John Mrema.

“Os outros líderes foram levados para a esquadra de Mwanza, mas o paradeiro de Freeman Mbowe não é conhecido”, acrescentou o partido, pedindo à polícia que indique onde ele está e por que foi detido.

“Condenamos o mais possível a repressão dos direitos dos tanzanianos. Estes são sinais de que a ditadura que teve lugar sob o Presidente John Magufuli continua”, afirmou.

O antigo Presidente, que liderou a Tanzânia desde 2015 e foi reeleito em Outubro de 2020, morreu em Março, oficialmente de problemas cardíacos. De acordo com a Constituição, Samia Suluhu Hassan, vice-presidente e companheiro de direcção de Magufuli, sucedeu-lhe.

Além da luta contra a corrupção, a Presidência de Magufuli, apelidada de “Bulldozer, foi marcada por uma viragem autoritária, com repetidos ataques à oposição e um recuo das liberdades básicas, denunciadas por grupos de direitos humanos.

Pelo menos 150 membros e líderes da oposição, que tinham denunciado fraudes em massa e contestado os resultados eleitorais, foram detidos nas semanas que se seguiram à votação, de acordo com a ONU.

Mbowe foi um deles, tal como Tundu Lissu, o candidato do Chadema contra Magufuli. Ambos os líderes foram mais tarde libertados sob fiança.

Freeman Mbowe foi várias outras detenções nos últimos dez anos, incluindo uma detenção de três meses entre o final de 2018 e o início de 2019, quando foi processado devido a um protesto ilegal.

*Com a Lusa

Avatar

Isto é Notícia

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *