Polícia impede casal de assassinar o filho em nome de um ritual religioso

A Polícia Nacional deteve, nesta terça-feira, 23, em flagrante delito, um casal angolano por tentativa de homicídio do filho menor de três anos de idade, em cumprimento de um ritual religioso, no município de Talatona, em Luanda. Rosalina Ngombo e Moisés Ngunda, de 26 e 32 anos de idade, confessaram o crime.

Segundo o porta-voz da Polícia Nacional em Luanda, superintendente Nestor Goubel, a detenção ocorreu às 9h00 da manhã, nas imediações do Serviço Integrado de Atendimento ao Cidadão (SIAC), quando o casal se preparava para colocar o filho num poste de energia. Efectivos da polícia que se encontravam a realizar um trabalho de ronda naquele local flagraram o casal.

Durante a detenção, Rosalina Ngombo e Moisés Ngunda confessaram que estavam a cumprir um sacrifício, e que a prática fazia parte de um ritual religioso, de acordo com o responsável pela comunicação da Polícia Nacional.

Nestor Goubel garantiu que a criança foi entregue à Área Social do Comando Municipal do Talatona, para posteriormente ser encaminhada para o Instituto Nacional da Criança (INAC).

O casal já foi presente ao Ministério Público para interrogatório, e, nos próximos dias deverá conhecer os crimes nos quais devem ser indiciados.

Avatar

Isto é Notícia

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *