PN detém efectivos das FAA que tentavam comercializar mais de 150 munições

Três alegados efectivos das Forças Armadas Angolanas (FAA) foram detidos, no último fim-de-semana, quando tentavam comercializar um total de 159 munições no valor de 100 kwanzas, avançou à imprensa o Departamento de Investigação de Ilícitos Penais (DIIP) da Polícia Nacional.

O facto ocorreu nas imediações do Km 12, na Estalagem, município de Viana, quando “a Brigada de Informações Policiais afecta à esquadra do quilómetro 12 abordou os três indivíduos afectos às forças especiais que procediam à venda de munições de calibres de guerra a jovens delinquentes pelo valor de 100 kwanzas cada.

Ao todo foram 159 munições da metralhadora do tipo AKM recuperada pela Polícia Nacional. Segundo o responsável do gabinete de comunicação e imprensa do DIIP, Quintino Ferreira, os acusados em causa serão presentes ao Ministério Público, bem como serão encaminhadas as 159 munições para a devida gestão.

Tudo que se apurou é que as balas teriam sido roubadas numa unidade militar de comando de Cabo Ledo, pelo que os infractores contavam facturar 159 mil kwanzas pela venda das mesmas. Sobre os compradores, a Polícia Nacional não adiantou detalhes.

Adelino Kamongua

Adelino Kamongua

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *