Médico cubano de 60 anos abusa sexualmente paciente de 16 anos no Uíge

Um cidadão de nacionalidade cubana, de 60 anos, foi, na tarde de terça-feira, 12, detido pelo Serviço de Investigação Criminal (SIC), no Uíge, e posteriormente ouvido em em interrogatório judicial junto do Ministério Público naquela província, sob acusação de ter abusado sexualmente uma adolescente de 16 anos de idade.

A informação avançada pelo SIC não adianta a identidade do implicado, mas revela que o facto de que está a ser acusado o médico cubano ocorreu no interior de uma clínica, no bairro Dunga, quando o implicado, em serviço, teria pedido à vítima, que estava internada, para se dirigir até à sala de observação, a fim de realizar alguns exames. Aproveitando-se da ocasião, o médico teria despido a paciente e depois consumado o acto.

A detenção do cidadão aconteceu mediante uma denúncia, após ter sido encontrado em flagrante delito pelos colegas em serviço, que accionaram o SIC local, que procedeu à detenção imediata do implicado.

Avatar

Isto é Notícia

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *