Isto é Notícia

Hélder Pitta Grós garante que processo-crime contra Isabel dos Santos “continua vivo”

Partilhar conteúdo

O procurador-geral da República, Hélder Pitta Grós, reafirmou, nesta quinta-feira, 10, que o processo de investigação contra a empresária Isabel dos Santos “está vivo”, tendo garantido que a Procuradoria-Geral da República tudo está a fazer para obter mais provas, para que o mesmo conheça uma acusação formal nos próximos tempos.

“Não morreu, está vivo, e vamos obtendo cada vez mais provas para consolidar a peça final do processo”, assegurou Hélder Pitta Grós à Lusa, à margem de uma cerimónia pública de inauguração de um novo edifício do Ministério Público santomense.

Hélder Pitta Grós justificou a demora do processo com a profundidade da matéria em causa e com o facto de Isabel dos Santos não se encontrar no país.

“A morosidade em termos de resultado definitivo deve-se, por um lado, à complexidade e à grandiosidade do processo, e por ela não se encontrar em Angola, isso também cria algumas dificuldades”, sublinhou.

O ‘número um’ da PGR disse que o processo se encontra numa fase em que não é possível a partilha ou a revelação de actos processuais.

“O processo está numa fase de investigação criminal, que é uma fase secreta, portanto, partilhamos só com os advogados, quando necessário, e está a ser feito trabalho internamente. Não é ético da nossa parte estar a divulgar peças ou actos processuais”, explicou.

A PGR abriu uma investigação em Março de 2018 à denúncia pública dao então PCA da Sonangol Carlos Saturnino sobre transferências monetárias alegadamente irregulares durante a gestão de Isabel dos Santos na petrolífera.

Em 28 de Fevereiro de 2018, Carlos Saturnino acusou a administração cessante —  liderada por Isabel dos Santos — de ter autorizado uma transferência de 38 milhões de dólares, após a sua exoneração.

*Texto Alfredo Calunga/Com a Agência Lusa

Isto É Notícia

Related post

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *