Federação de Patinagem quer 500 milhões kz para o Africano e Mundial 

À semelhança do que aconteceu em Maio último com a Federação Angolana de Futebol (FAF), devido à campanha de apuramento dos Palancas Negras para o Campeonato Africano das Nações (CAN2023), a Federação Angolana de Patinagem (FAP), tutelada por Dionísio Viegas, apresentou esta semana o caderno de encargo para a participação do conjunto nacional nas provas internacionais.

Só para o campeonato africano sénior masculino, a disputar-se de Setembro a Outubro deste ano, no Cairo (Egipto), e para o Mundial de Novembro, em San Juan (Argentina), o órgão manifestou o anseio de ter pelo menos 500 milhões de kwanzas, para assegurar as duas competições.

Além do hóquei em patins, Angola vai também participar em duas competições com as disciplinas de patinagem artística e free style.

Na terça-feira, 7, o presidente da Federação Angolana de Patinagem fez chegar à ministra da Juventude e Desportos as preocupações financeiras do seu pelouro, mas no final do encontro, o líder federativo disse que não lhe foram dadas garantias sobre o montante solicitado.

Dionísio Viegas disse à imprensa que a ‘patroa’ do Ministério da Juventude e Desportos (MINJUD) manifestou o desejo de ajudar, não tendo Ana Paulo do Sacramento Neto dado garantias até que ponto seriam atendidas as preocupações da federação de patinagem, visando as competições internacionais que se avizinham.

Para o Africano de Cairo, o técnico da selecção nacional convocou os seguintes atletas: Dorivaldo, Wilson, Nadi, Estevão, Adilson, Nilson, Fábio, Chiquinho, Chico, Bruno, Jimbinho, Mauro, Tino, Geovetti e Erivaldo.

Na competição continental, a selecção angolana, campeão em título, irá defrontar Moçambique, África do Sul, Egipto, RDC e Benin.

Avatar

Isto É Notícia

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.