Falhas técnicas de última hora impossibilitam UNITA de entregar documentos ao TC

Razões técnicas de última hora impossibilitaram, esta segunda-feira, 13, a UNITA de dar entrada, junto do Tribunal Constitucional (TC), dos documentos do seu XIII Congresso Ordinário, que reelegeu Adalberto Costa Júnior, após acórdão que ditou a sua destituição, em Outubro deste ano.

A delegação da UNITA — encabeçada pela vice-presidente do Congresso, Amélia Judith Ernesto, coadjuvada pelo secretário-geral do partido, Álvaro Chikuamanga Daniel, e pelo secretário da Comissão Política, Celso Eduardo Torres — tinha agendada a sua deslocação ao TC para esta segunda-feira, às 14h30, mas viu-se impossibilitada.

A entrega do referido expediente, reagendada para esta terça-feira, 14, no mesmo horário, é parte do procedimento que se segue ao congresso, para que as deliberações decididas em sede do congresso sejam anotadas pelo Tribunal Constitucional.

O XIII Congresso Ordinário da UNITA, que reelegeu Adalberto Costa Júnior, com 96,43% dos votos, teve lugar entre os dias 2 e 4 de Dezembro, por força do acórdão n.º 700/21, do Plenário do Tribunal Constitucional.

Avatar

Isto é Notícia

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *