EUA. Oklahoma anula pena de morte a homem horas antes da sua execução

O governador do Oklahoma, Kevin Stitt, concedeu perdão a Julius Jones, homem que tinha agendada, para esta quinta-feira, 18, a sua execução com uma injecção letal.

O governador transformou a sua sentença de morte numa pena de prisão perpétua, sem possibilidade de liberdade condicional. Julios Jones é acusado da morte de uma pessoa em 1999, crime que alega não ter cometido.

A execução do homem estava marcada para as 16h00 locais [20h00 em Luanda], mas cancelada pouco tempo antes. Segundo a BBC, o governador tomou esta decisão após uma “consideração fervorosa e após a revisão das provas apresentadas por todos os lados deste caso”.

Após a decisão, a advogada de Julius, Amanda Bass, considerou a decisão do governador “um passo importante para restaurar a fé pública no sistema de justiça criminal, garantindo que o Oklahoma não executa um homem inocente”.

Texto Agência Lusa

Avatar

Isto é Notícia

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *