Cidadãos que completarem 18 anos depois de Agosto não constarão do Ficheiro Informático de Cidadãos Maiores

O ministro da Administração do Território e Reforma do Estado (MAT), Marcy Lopes, esclareceu, na semana passada, que os cidadãos angolanos que vão completar 18 anos de idade depois das eleições gerais, marcadas para Agosto próximo, não deverão constar do Ficheiro Informático de Cidadãos Maiores (FICM).

“Não vão constar do Ficheiro Informático de Cidadãos Maiores, aquelas pessoas que perfazerem 18 anos após a data das eleições”, esclareceu o titular da pasta do MAT.

De acordo com Marcy Lopes, que falava à imprensa durante o acto de entrega da base de dados provisória dos cidadãos maiores à Comissão Nacional Eleitoral (CNE), órgão encarregue de organizar as eleições, decorre nesta altura o processo de reclamação para as correcções de irregularidades nos dados dos cidadãos que actualizam os seus registos.

“Estamos a fazer agora uma segunda fase de contacto com o público que é das consultas e reclamações para, posteriormente, continuar o processo de limpeza da base de dados e entregá-la à Comissão Nacional Eleitoral”, afirmou.

A 27 de Abril do corrente ano, o ministro da Administração do Território e Reforma do Estado anunciou que constam, neste momento, do Ficheiro Informático dos Cidadãos Maiores, 14 milhões de eleitores, número que poderá sofrer uma “redução significativa” com a eliminação de cidadãos já falecidos e cidadãos que têm os seus direitos políticos e civis suspensos, por terem sido condenados e com a decisão transitada em julgado.

Avatar

Isto é Notícia

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.