Isto é Notícia

Cabinda não recebe verbas para a manutenção do Chiazi há quatro anos, apesar de previstas no OGE

Partilhar conteúdo

O Governo Provincial de Cabinda, através do seu director da Juventude e Desportos, José Cumbo, revelou, esta semana, ao !STO É NOTÍCIA que não recebem, desde 2018, as verbas para a manutenção do estádio do Chiazi, empreendimento inaugurado em 2010, para acolher o Campeonato Africano das Nações (CAN), a primeira edição realizada por Angola.

O responsável que assumiu o cargo em 2021 confidenciou que o estádio do Chiazi, apesar de ter constado das rubricas do Ministério da Juventude e Desportos, desde 2018 que o dinheiro não tem chegado àquelas paragens, deixando-o na condição de “monstro abandonado”.

“Estou surpreso com a notícia. Nós em Cabinda não sabemos se anualmente o estádio do Chiazi tem alguma verba cabimentada no Orçamento Geral de Estado. É uma novidade. Para ser franco, desde 2018 que não vimos a cor do dinheiro para a manutenção desta infra-estrutura”, revelou José Cumbo.

Votado ao estado de abandono e com a maior parte dos seus bens furtados, o Chiazi é hoje, segundo José Cumbo, um recinto futebolístico guardado por um grupo de agentes da ordem e segurança, que têm preservado o pouco que ainda lá está.

“Quase diariamente estamos no Chiazi. Neste momento em que falamos, após uma proposta nossa, vivem naquele estádio um grupo de polícias e militares, no sentido de fazer guarnição daquele empreendimento, que no nosso entender custou milhões de dólares ao Estado angolano. Fico triste de ouvir que todos os anos nós recebemos dinheiro para a manutenção do mesmo”, desabafou o responsável da Juventude e Desportos de Cabinda.

OGE colocou à disposição do Chiazi mais de 188 milhões Kz em quatro anos 

Nos últimos quatro anos, isto é, entre 2018 e 2021, o governo angolano reservou, através do Orçamento Geral de Estado, mais 188 milhões de kwanzas para a manutenção do referido estádio.

Em 2021, apesar de a infra-estrutura estar já em estado de abandono, foram aprovados pela Assembleia Nacional, para a manutenção do Chiazi, 115 milhões de kwanzas contra os 16,2 milhões kwanzas em 2020. Já em 2019, a fatia para o estádio foi de 16,2 milhões de kwanzas, ao passo que em 2018 foi de 36,5 milhões.

No presente exercício económico, o Orçamento Geral de Estado reservou, para a manutenção do Chiazi, 212 milhões de kwanzas, uma despesa superior aos últimos quatros anos.

Isto É Notícia

Related post

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *