António Venâncio quer contrariar 47 anos de eleições com candidato único no MPLA

Poderá ser uma das mais importantes viragens na história recente do MPLA. O primeiro passo acaba de ser dado, falta agora saber se o engenheiro António Venâncio, militante do partido no poder, terá reunidas as condições estatutárias para, em Dezembro próximo, ser parte importante de um momento histórico na vida política dos ‘Camaradas’.

Às portas do VIII Congresso, António Venâncio faz-se ao jogo político-partido não apenas na condição de um simples militante, como comummente foram até aqui todos os outros congressos, mas, sim, na qualidade de candidato ao posto máximo do MPLA, partido que não conhece eleições com múltiplas candidaturas há pelo menos 47 anos, quando fracassou o conhecido “Congresso de Lusaka”, na capital zambiana.

“Aos angolanos no país e no estrangeiro! Comunico-vos que acabei de formalizar, hoje, junto da direcção do meu partido, a minha pretensão de candidatar-me ao cargo de presidente do MPLA”, anunciou nesta quarta-feira, 13, através do seu perfil na rede social Facebook António Venâncio, que há pouco menos de três meses, num debate televisivo, já havia questionado o facto de na altura se apresentar João Lourenço como candidato às eleições de 2022 sem que se tivessem conhecido outros candidatos.

António Venâncio, que deve nos próximos dias prestar colaboração aos órgãos do MPLA, no sentido de ver concluído o seu processo de candidatura em tempo útil, compreende que “o reforço da democracia interna prestigiará imenso o processo democrático angolano”.

Para o militante dos ‘Camaradas’, a sua candidatura visa também o fortalecimento do processo democrático angolano, o aceleramento das acções do desenvolvimento do país e a realização do homem angolano.

O VIII Congresso Ordinário do MPLA decorre de 9 a 11 de Dezembro de 2021. O anúncio, feito por João Lourenço, a 12 de Dezembro de 2020, serviu para lembrar os militantes que seria um evento onde, pela primeira vez na história do partido, o MPLA se proporia a “realizar uma renovação superior à continuidade nos diferentes órgãos de direcção”, assim como prepará-lo e o seu candidato para as eleições gerais de 2022.

Biografia do político disponível na sua página do Facebook

Licenciado em Engenharia Civil pelo ISCEK, na ex-União Soviética, António Venâncio é mestre em Ciências Técnicas pelo Instituto Superior de Engenharia de Kharkov desde 1988. Trabalhou na empresa EMPROE – Empresa de Obras Especiais. Antes fora nomeado por despacho Ministerial director-geral da empresa de projectos de Angola ENEP UEE até finais dos anos 90 [do século passado].

Desempenhou funções de director técnico do Mausoléu Agostinho Neto, em Luanda. Foi designado para dinamizar e organizar o sector empresarial da construção civil na qualidade de presidente da CONICLE, onde permaneceu até 2003. Foi professor universitário até 2006, leccionando as cadeiras de Tecnologias das Construções e Construções Civis, no Instituto Superior Privado de Luanda. Desempenhou as funções de director-geral da Empresa Nacional de Construção de Infra-estruturas Básicas em Luanda até ao ano 2009. Fundou o Centro de Formação da Maianga onde lecciona disciplinas de Fiscalização de Obras e Gestão, Orçamentos e Medições.

É autor do Livro “Introdução à Teoria da Fiscalização de Empreitadas de Obras Públicas”. Fundou a empresa PROTOCOLO Angola Services Lda, que tem como objecto social a prestação de serviços, imobiliária e Formação. A PAS tutela o Centro de Formação da Maianga, especializado em temas da Engenharia e Construção CIvil.

Fundou a empresa CITIC – Engenheiros Associados, cujo objecto é a elaboração de projectos e fiscalização de obras. Dirigiu a fiscalização de obras do governo de Angola e de entidades particulares (mais de 190 obras até Julho de 2003) em várias províncias do país. É consultor de empresas do sector da construção e projectos de engenharia.

Foi colunista do Semanário Angolense, escrevendo sobre assuntos do sector da construção e sobre diversos temas ligados à vida sociopolítica e económica do país. É palestrante e conferencista especializado em temas da construção civil. Coordena equipas de fiscalização de obras públicas e particulares em regime liberal a pedido de entidades ou empresas interessadas.

Nok Nogueira

Nok Nogueira

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *