África do Sul. Governo actualiza número de mortos para 337

O número de vítimas mortais, resultantes do clima de violência instalado na África do Sul, foi hoje actualizado pelo governo que aponta para os 337 casos, uma subida de 61 óbitos face aos valores de quarta-feira, 21.

“A polícia sul-africana reviu o número total de mortos” na área de Joanesburgo para 79 e na província de Kwazulu-Natal para 258, no seguimento da violência”, anunciou a ministra da Presidência, Khumbudzo Ntshavheni, avançou a agência Lusa, que cita a agência francesa de notícias France-Presse.

O governante justificou parte do aumento do número de vítimas mortais com os “feridos que sucumbiram aos seus ferimentos” e com a procura de cadáveres em edifícios, hangares e zonas industriais que arderam em redor do porto de Durban e cujo acesso estava impedido. A violência foi iniciada após a detenção do ex-Presidente Jacob Zuma.

O ex-Presidente Jacob Zuma, de 79 anos, está preso desde 7 de Julho, no Centro Correcional de Estcourt, a cerca de 150 quilómetros da sua residência, em Nkandla, área rural do KwaZulu-Natal, por desrespeito ao Tribunal Constitucional.

Avatar

Isto é Notícia

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *