Uma pedra no charco: ISEP diz que Revista SÁBADO se equivocou e que ACJ concluiu, sim, o curso de engenharia electrónica em 1995

Adalberto Costa Júnior voltou a ser notícia em Portugal, em pouco menos de uma semana, e, mais uma vez, por conta da polémica à volta da sua formação em engenharia. Na semana passada, a revista Sábado noticiou que o presidente da UNITA, que se tem apresentado como engenheiro electrotécnico, não teria concluído a licenciatura, nem no Instituto Superior de Engenharia do Porto (ISEP), nem na Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto.

Entretanto, nesta segunda-feira, 13, o assunto voltou à banca jornalística e com um novo capítulo, e este último inscrito pelo próprio ISEP, que veio a terreiro responder à revista portuguesa, confirmando que o líder da UNITA concluiu, sim, a formação naquele instituto, em 13 de Dezembro de 1995, tendo obtido o grau de bacharel de engenharia eletrotécnica.

A notícia foi avançada pela agência Lusa, que, após receber uma nota do ISEP a confirmar a conclusão do curso, ainda ouviu uma fonte que explicou que, à data, os cursos daquele instituto politécnico apenas conferiam o grau de bacharelato e que naquele ano Adalberto Costa Júnior obtivera a média final de 11 valores.

Resta agora saber se o assunto está em definitivo “arrumado” ou se nos próximos tempos irão surgir novas laudas de uma novela que já se arrasta há pelos quatro anos, desde que Adalberto Costa Júnior chegou à liderança da UNITA.

O visado tem-se mantido até aqui indiferente a tudo quanto tem surgido na imprensa sobre o assunto. Porém, um silêncio que ajudou em muito a empolar à polémica que se fez à sua volta e que tem mantido vivas as especulações sobre o assunto.

Avatar

Isto É Notícia

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.