Sonangol com resultado líquido negativo de 3 mil milhões USD em 2020

A Sociedade Nacional de Combustíveis de Angola (Sonangol), E.P registou, no exercício 2020, um resultado líquido negativo de três mil milhões de dólares norte-americanos, resultado da drástica diminuição das receitas provenientes das vendas de petróleo bruto e do elevado grau de imparidades registadas naquele ano.

Os dados constam do Relatório de Gestão e Contas Consolidadas da petrolífera, referente ao ano de 2020, no qual o resultado verificado é justificado, também, com a queda observada no preço do barril de petróleo, fruto do ano anormal vivido por conta da pandemia da Covid-19.

No ano em referência, a Sonangol teve um resultado operacional de 2,2 mil milhões de dólares norte-americanos, valor que permitiu manter os capitais próprios positivos em nove mil milhões de dólares, e a manutenção da capacidade financeira para a continuidade das operações.

No período em análise, segundo a Sonangol, embora tivesse sido atípico, ainda foi possível dar continuidade ao saneamento financeiro, com uma poupança estimada em 1.441 milhões de dólares, o que contribuiu para a redução de custos: os das importações de combustíveis em 66%; de estrutura em 14%; da actividade mineira em 12% e os custos com o pessoal em 9%.

Refere ainda o documento da petrolífera nacional, em 2020, deu-se a implementação do Programa de Privatizações, através do qual foram concluídos três processos de venda de activos, com um encaixe total de cerca de 40,6 milhões de euros.

O documento mostra ainda que, em 2020, a Sonangol, no âmbito da compliance, procedeu à aprovação da política anti-corrupção e aderiu à Trace International, organização dedicada ao suporte em compliance anti-suborno.

Jaime Tabo

Jaime Tabo

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *