RDC. Guterres altera planos e cancela viagem à Kinshasa

O secretário-geral da ONU – Organização das Nações Unidas, António Guterres, vai cancelar uma viagem prevista à República Democrática do Congo (RDC) devido à escalada das tensões em torno na Ucrânia, informou esta segunda-feira, 21, a organização.

Num breve comunicado, o porta-voz de António Guterres, Stephane Dujarric, informou que tendo, “em vista da deterioração da situação na Ucrânia”, o secretário-geral não vai viajar ao país africano e regressa terça-feira à Nova Iorque, onde está localizada a sede da ONU.

O ministro das Relações Exteriores da Ucrânia, Dmitro Kuleba, informou esta segunda-feira que a Ucrânia solicitou uma reunião imediata do Conselho de Segurança da ONU para abordar medidas urgentes destinadas a alcançar a segurança do país.

Numa breve nota, Dmitro Kuleba adiantou que Kiev invocou o artigo 6.º do Memorando de Budapeste (1994), que concedeu garantias de segurança à Ucrânia em troca da renúncia ao arsenal nuclear herdado da antiga União Soviética.

O Presidente da Rússia, Vladimir Putin, reconheceu esta segunda-feira a independência dos territórios separatistas pró-Rússia no leste da Ucrânia e instou o parlamento a assinar os tratados que permitirão o apoio militar de Moscovo a estas auto-proclamadas repúblicas.

*Texto Lusa

 

Nok Nogueira

Nok Nogueira

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.