Primeiro complexo de produção de fertilizantes na África Austral será construído em Angola

 Primeiro complexo de produção de fertilizantes na África Austral será construído em Angola

O país vai contar com uma fábrica industrial de fertilizantes, cujo lançamento da pedra está previsto para o próximo dia 28 deste, no município do Soyo, província do Zaire. Será a primeira unidade do género construída em Angola e na África Austral e Central.

Com um investimento na ordem dos 2,2 mil milhões de dólares norte-americanos, a edificação da unidade industrial resulta de um consórcio entre a Opaia Indústria e a Sonagás, uma das subsidiárias da Sonangol.

Em declarações à Lusa, o coordenador do projecto e director da Opaia Indústria, Adriano Lamas, adiantou que o desembolso do empréstimo, financiado por um consórcio de bancos liderado pelo Banco Africano de Exportação e Importação (Afreximbank), vai ser feito ao longo dos quase quatro anos de construção do complexo, cuja conclusão está prevista para o terceiro trimestre de 2026.

De acordo com Adriano Lamas, a fábrica terá capacidade para produzir 3 500 toneladas de ureia por dia, suprindo as necessidades do mercado nacional, bem como criando cerca de 3 200 postos de trabalho directos e indirectos, na fase de construção, e 1 500, na fase de produção.

A ureia é um composto químico na forma de cristais brancos que possui maior conteúdo de nitrogénio (46%) solúvel em água.

Até agora, apenas a Nigéria, o Gabão e o Egipto dispõem de fábricas de fertilizantes em África.

“Parte da produção será destinada a mercados externos preferenciais, sobretudo da região africana, mas poderá chegar também a outras áreas do globo como a América latina”, adiantou o responsável.

O projecto tem como objectivo suprir o défice de 1.200 mil toneladas de fertilizantes apenas na região da África Austral, que inclui 15 países: África do Sul, Angola, Botswana, Lesoto, Madagáscar, Malawi, Ilhas Maurícias, Moçambique, Namíbia, República Democrática do Congo, Seicheles, Eswatini, Tanzânia, Zâmbia e Zimbabwe.

O Banco Africano de Exportação e Importação, também conhecido como Afreximbank, é uma instituição multilateral pan-africana de financiamento do comércio, criada em 1993 sob os auspícios do Banco Africano de Desenvolvimento (BAD). Tem a sede no Cairo, Egipto. E tem como visão a constituição de um banco de financiamento comercial para África.

O Afreximbank conta também com a consultoria técnica da Saipem (empresa multinacional italiana de serviços de campos petrolíferos e uma das maiores do mundo), que esteve envolvida numa iniciativa similar na Nigéria.

*Com a Lusa

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.