Deputado brasileiro ameaça boicotar relações comerciais entre Angola e Brasil

 Deputado brasileiro ameaça boicotar relações comerciais entre Angola e Brasil

Em declarações à Agência Lusa, a partir do seu gabinete na Câmara dos Deputados, em Brasília, o deputado do partido Republicanos e bispo da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD) deixou no ar a forte possibilidade de virem a ser accionadas medidas de retaliação contra Angola, considerando o posicionamento das instâncias judiciais do país nas questões relacionadas com a IURD.

Apontando para a influência da sua bancada parlamentar, Aroldo Martins alertou que não gostava que “fosse necessário atrapalhar as relações entre o Brasil e Angola”, mas deixou o recado que a sua bancada tem uma influência muito grande na indústria, comércio e tecnologia no Brasil, sendo que muitos desses acordos, “que facilitam inclusive a República de Angola”, passam pelas mãos dos deputados afectos à sua bancada.

Aroldo Martins considera haver um certo ‘preconceito’ contra a instituição religiosa fundada por Edir Macedo, e criticou o facto de se ter desencadeado vários processos judiciais relacionados com o conflito interno na IURD Angola, que resultaram na deportação de vários pastores por ordem das autoridades migratórias angolanas.

Após ver o Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, a recusar a intervir nos problemas que a instituição religiosa atravessa em Angola, Aroldo Martins garantiu recorrer a outros meios e outras formas para resolver o polémico caso.

 

Glaucia Miguel

Glaucia Miguel

Artigos Relacionados