Isto É Notícia

Preços de produtos nacionais aumentaram 1,84% no mês de Julho

Partilhar conteúdo

Os preços dos produtos nacionais aumentaram 1,84% no mês de Julho, se comparado com o mês de Junho, sendo a ‘Secção A’ (Agricultura, Produção Animal, Caça e Silvicultura) a que maior aumento de preços registou com 1,85%.

De acordo com o Índice de Preço Grossista (IPG), publicado na última semana pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), os produtos que tiveram maior variação de preços pertencentes à ‘Secção A’ foram: feijão manteiga, com 2,72 pontos percentuais (p.p); mandioca, com 2,27 p.p, batata-doce, com 2,24 p.p; batata rena, com 2,23%; cenoura, com 2,11 %; ginguba, com 2,08%; pimento, com 1,98%, entre outros.

A variação acumulada dos produtos nacionais foi de 16,99%.

No mês de Julho, o IPG registou uma variação mensal de 1,13%, sendo 0,02 ponto percentual inferior à registada no mês anterior e 1,20 pontos percentuais inferior à registada no mês de Julho do ano passado.

A variação homóloga de Julho situa-se em 25,72%, registando uma baixa de 4,39 pontos percentuais com relação à observada em igual período do ano anterior. A tendência da variação homóloga nos últimos três anos até ao mês de Março é crescente, invertendo o seu sentido a partir de Abril de 2022.

Quanto aos produtos importados, durante o mês de Julho deste ano, os preços dos produtos importados registaram um aumento de 0,91% em relação ao mês anterior, influenciado pela variação de preços verificada na ‘Secção A’ (Agricultura, Produção Animal, Caça e Silvicultura) com 1,10%.

De acordo com o INE, entre os produtos que mais aumentaram de preços destacam-se: laranja, com 2,12%; batata rena, com 1,76%; feijão castanho com 1,65%; ovos, com 1,51%; ginguba, com 1,00%; alho, com 0,99%; tomate, com 0,92%; cebola, com 0,63%; limão, com 0,48%; grão de milho, com 0,44%; e grão-de-bico, com 0,38%, entre os principais.

A variação acumulada dos produtos importados em Julho de 2022 foi de 10,74%.

A inflação global do mês de Julho de 2022 foi de 1,13%, sendo os produtos importados os que mais contribuíram com 0,68 pontos percentuais, isto é, com 60%, e os produtos nacionais com 0,45 pontos percentuais, o que corresponde a 40% do valor da inflação global.

A inflação dos produtos nacionais em Julho foi de 1,84%, ao passo que a inflação dos produtos importados foi de 0,91%.

ISTO É NOTICIA

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *