Petro quebra ‘jejum’ na Huíla ao fim de dez anos e disputa título na ‘final’ com o Sagrada

Foram dez anos que o Petro de Luanda não sabia o que era vencer no terreno do Desportivo da Huíla. O ‘jejum’ foi em definitivo quebrado neste sábado, 24, na penúltima jornada do campeonato nacional (Girabola), e numa altura em que o Petro de Luanda procurava, a todo o custo, manter a acesa a esperança de vir a conquistar o título de campeão.

A vitória do Petro na cidade do Lubango, com golo solitário apontado por Tiago Azulão, aos 51 minutos, teve um duplo sentido: primeiro, o de quebrar o enguiço de uma década e, segundo, manter a equipa petrolífera na senda do título, num dia em que, no Dundo, na Lunda-Norte, e em simultâneo, também se jogava com os olhos postos na vitória do campeonato.

O Sagrada Esperança — que reparte a liderança do Girabola com o Petro, ambos com 67 pontos, muito embora em primeiro lugar, por ter vencido na primeira volta — não titubeou e venceu por 2-0 o Progresso do Sambizanga, com golos de Caxi e Karanga, aos 21 e 44 minutos.

A decisão está agora entregue a cada uma das equipas, quando, no dia 31 de Julho, ambas voltarem a cruzar o mesmo caminho, no Estádio 11 de Novembro, naquela que será certamente a grande finalíssima do campeonato nacional, como já não acontecia há largos anos no Girabola.

Resultados gerais da 29.ª jornada:    

Sagrada Esperança – Progresso Sambizanga (Dundo) (2-0)
Desportivo da Huíla – Petro Luanda (Ferrovia) (0-1)
Kuando Kubango FC – Académica Lobito (Eucaliptos) (1-1)
Ferrovia do Huambo – Sporting de Cabinda (Kuricutelas) (1-2)
Baixa de Cassanje – Interclube (1º de Maio) (1-0)
1º de Agosto – Santa Rita de Cássia (estádio 11 de Novembro) (4-2)
Recreativo do Libolo – Wiliete de Benguela (Calulo) (0-0)
FC Bravos do Maquis – Recreativo Caála (Mundunduleno) (2-0)

Avatar

Isto é Notícia

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *