Isto É Notícia

Morocco’s midfielder #04 Sofyan Amrabat fights for the ball with France’s forward #07 Antoine Griezmann during the Qatar 2022 World Cup semi-final football match between France and Morocco at the Al-Bayt Stadium in Al Khor, north of Doha on December 14, 2022. (Photo by KARIM JAAFAR / AFP)

Mundial do Qatar. ‘Sonho marroquino’ cai aos pés dos campeões em título

Partilhar conteúdo

A França apurou-se para a final do Mundial do Qatar, após bater Marrocos por 2-0. Os actuais detentores do troféu vão medir forças com a Argentina no duelo decisivo, no próximo domingo, 18, a partir das 16h00 de Luanda, no Lusail Stadium, num encontro onde as duas selecções vão à procura da terceira conquista na prova (os argentinos venceram as edições de 1978 e 1986, enquanto os franceses saíram vitoriosos em 1998 e 2018).

No Al Bayt Stadium, em Al Khor, a selecção gaulesa teve uma entrada de sonho, chegando à vantagem logo aos cinco minutos. Lançado em profundidade por Raphael Varane, Antoine Griezmann assistiu Kylian Mbappé, mas os dois remates do avançado do Paris Saint-Germain foram travados pela defensiva marroquina. Porém, no ressalto da segunda tentativa, a bola foi cair na zona de acção de Theo Hernández que, livre de marcação, abriu o activo, apontando o quinto golo mais rápido de sempre em meias-finais de Campeonatos do Mundo.

A resposta dos ‘leões do Atlas’ não tardou e, aos 10’, a revelação Azzedine Ounahi, médio do Angers, obrigou Hugo Lloris a aplicar-se. À passagem dos 17″, Olivier Giroud aproveitou uma má abordagem de Romain Saiss (que, pouco depois, foi substituído devido a lesão) para, com uma “bomba” de pé esquerdo, acertar no poste da baliza de Yassine Bono.

Já depois da meia hora de jogo, a formação orientada por Didier Deschamps dispôs de uma dupla oportunidade para fazer o segundo, mas Kylian Mbappé e Olivier Giroud pecaram na finalização. Antes do intervalo, Marrocos ainda criou uma chance flagrante para igualar a contenda. No entanto, o pontapé de bicicleta de Jawad El Yamiq embateu no poste.

Na segunda parte, a congénere africana foi à procura do empate e chegou a causar alguns calafrios junto da baliza francesa. Todavia, aos 79 minutos, na primeira vez que tocou na bola, ​​​​​​​Randal Kolo Muani, avançado de 24 anos do Eintracht Frankfurt, fechou as contas do triunfo gaulês, acabando com qualquer esperança da turma marroquina, que agora vai disputar o desafio de atribuição do terceiro e quarto lugares, diante da Croácia.

ISTO É NOTÍCIA

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *