MINJUD vai passar a gestão de estádios e pavilhões à mão de privados

 MINJUD vai passar a gestão de estádios e pavilhões à mão de privados

O Ministério da Juventude e Desportos (MINJUD) abriu, esta semana, um concurso público que vai permitir que alguns estádios e pavilhões tenham uma gestão privada. Entre as infra-estruturas selecionadas estão os quatro estádios construídos para acolher o CAN 2010.

O MINJUD avança que estão indicados, além dos os estádios 11 de Novembro (Luanda), Ombaka (Benguela), Chiazi (Cabinda) e Tundavala (Huíla), os pavilhões construídos para acolher o Campeonato do Mundo de Hóquei em Patins, nomeadamente a pavilhão multiuso do Kilamba, em Luanda, o pavilhão Palanca Negra, em Malanje, e Welwitschia, no Namibe.

O director para as Infra-estruturas do MINJUD, Moisés Cabenda, disse, em entrevista à Angop, que a ideia é tirar o peso da gestão dos estádios e pavilhões das mãos do Estado, visto que desde a sua construção é o Orçamento Geral de Estado (OGE) que mantém intacto estes recintos desportivos.

O concurso lançado pelo MINJUD vem responder ao apelo feito em 2021 pelo Presidente João Lourenço, de as infra-estruturas construídos com dinheiro público passarem à gestão de privados, para uma melhor racionalização e rentabilização das mesmas.

É responsabilidade do Estado construir, mas depois de construir temos que encontrar outra entidade que não seja o Estado para gerir e ganhar dinheiro com os estádios. Em todo o mundo, o desporto dá dinheiro, só em Angola é que não dá, só dá despesas”, lamentou, em 2021, o Presidente João Lourenço, durante um encontro com os líderes das associações desportivas.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.