Militante pede que comandantes da Polícia Nacional “estejam comprometidos com a causa do MPLA”

É um dos vídeos que neste sábado, 15, “incendiou” as redes sociais WhatsApp e o Facebook. O seu conteúdo não deixa dúvida quase nenhuma sobre a sua interpretação e alimenta ainda mais a polémica sobre a alegada “instrumentalização” dos órgãos de defesa e segurança em favor do partido no poder de que se vêm queixando as formações políticas na oposição e membros da sociedade civil.

No vídeo em causa, um ‘destacado’ militante do MPLA afecto ao comité do partido dos ‘Camaradas’ em Talatona, conhecido por Chioco ou Zito Prata, também ele director municipal da Juventude e Desportos naquele município — tal como apurou o !STO É NOTÍCIA —, pede, sob fortes aplausos, que os comandantes da Polícia Nacional “assumam” a causa do MPLA, protegendo o poder que o partido de governo “conquistou nas urnas”.

“Caros camaradas, sejamos vigilantes, sim senhor, mas sabemos nós que existem os órgãos de segurança a nível do país. Que estes comandantes, quer municipal, quer distrital, quer provincial, quer o comandante-geral estejam comprometidos com a causa do MPLA, porque, caros camaradas, este poder é do MPLA”, apelou de forma efusiva o militante a partir do púlpito e ao som de uma ovação da assistência.

O pedido é, na verdade, dirigido ao primeiro secretário do MPLA em Luanda, Bento Bento, a quem o Zito Prata, pede que faça chegar o seu recado a quem com capacidade e poder de decisão.

“O MPLA conquista [o poder] nas urnas e é nas urnas que os outros devem conquistar. Caro camarada Bento Bento, como disse no início, e volto a repetir, com toda a vénia e carisma político que o caracteriza: por favor, faça chegar esta informação aonde nós achamos que consigam tomar alguma decisão”, apelou, vincando a necessidade de preservação do poder.

“Não precisamos, ou melhor, já não estamos em altura de partilhar o poder. Caros camaradas, será que ganhámos para a partilhar o poder?”, questiona o militante no vídeo.

Avatar

Isto é Notícia

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.