Líder da UNITA tenta “encontro de cortesia” no Kuando Kubango, mas “não leva cartão” do governador que alegou “razões de agenda”

O presidente da UNITA, Adalberto Costa Júnior, vai deslocar-se, no próximo dia 16 deste mês, à província do Kuando Kubango, onde presidirá a um acto político alusivo aos 50 anos de fundação da Liga da Mulher Angolana (LIMA), o braço feminino do maior partido na oposição.

No quadro desta visita de trabalho, o Secretariado Provincial da UNITA em Menongue dirigiu, no dia 10 de Junho, uma carta ao governador local, José Martins, manifestando a intenção de Adalberto Costa Júnior deslocar-se ao Palácio do Governo para, em jeito de cortesia, saudá-lo, tendo o responsável se mostrado indisponível.

“Tomei conhecimento. Por razões de agenda, não será possível”, despachou, lacónico, o governador José Martins, frustrando assim as expectativas do encontro que pretendeu o líder da UNITA.

Entretanto, as reacções não se fizeram esperar. Nas redes sociais, o antigo secretário provincial da UNITA no Kuando Kubango e deputado Adriano Abel Sapiñala classificou o gesto do governador como “patético”.

“Uma coisa é certa, o governador provincial do Kuando Kubango precisa de crescer politicamente! Negar receber para uma saudação de cortesia o presidente da UNITA, que também é deputado e membro do Conselho da República, até chega a ser patético!”, escreveu Adriano Sapiñala na sua página do Facebook.

Avatar

Isto É Notícia

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.