IGAPE coloca à venda 49% do capital social da Secil-Lobito pertence ao Estado

O Instituto de Gestão de Activos e Participações do Estado (IGAPE) informou, na semana passada, que deu início ao processo de privatização de 49% do capital social da Secil-Companhia de Cimentos do Lobito, SA.

Detido indirectamente pelo Estado, através da Encime-Empresa Nacional de Cimentos, UEE., a privatização do estabelecimento será feita por via do concurso público, na modalidade de alienação de participações sociais, conforme estabelecido no Despacho Executivo n.º 177/22 de 03 de Maio, assinado pela ministra das Finanças.

O concurso está aberto a investidores nacionais e estrangeiros, sendo que, para o feito, os candidatos devem remeter as suas candidaturas ao IGAPE, “de segunda à sexta-feira, a partir das 8h30 minutos, a contar da data do anúncio do concurso até ao dia 30 de Junho de 2022.

A fábrica de cimento do Lobito Secil-Angola é detida maioritariamente pelo grupo empresarial português Grupo Secil, com 51%.

Para além da forte presença no sector industrial cimenteiro, sendo um grupo empresarial com diversas operações em Angola, Portugal e em vários países do mundo, a companhia Secil também está presente no mercado dos materiais de construção, nomeadamente na área dos betões, agregados, argamassas e pré-fabricados.

Avatar

Isto É Notícia

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.