Isto é Notícia

Fundação BAI dispõe de mais de mil milhões de kwanzas para apoiar projectos sociais

Partilhar conteúdo

O Banco Angolano de Investimento (BAI) vai, através da Fundação BAI (FBAI), investir cerca de 1,3 mil milhões de kwanzas para apoiar projectos sociais ligados à educação, saúde, desporto e cultura.

A informação foi avançada esta quinta-feira,17, pela administradora executiva da FBAI, Kâmia Madeira, durante a sessão de abertura do ano de apresentação das propostas formativas, que decorreu nas instalações da Academia BAI, no município de Belas, em Luanda.

O investimento, segundo a responsável, será repartido entre criação e desenvolvimento de projectos próprios, e o financiamento de projectos desenvolvidos por terceiros, submetidos para aprovação mediante concurso que irá decorrer a partir do segundo trimestre deste ano.

De acordo com a mesma, os projectos aprovados estarão sujeitos a um processo de monitorização e avaliação contínuas para assegurar a sua implementação. Estima-se atingir, directa ou indirectamente, cerca de 100 mil pessoas.

“Pretendemos desta forma alargar a nossa intervenção a todas as províncias do país, mas temos consciência de que é um trabalho que terá de ser feito de modo paulatino”, afirmou a responsável.

Kâmia Madeira assegurou ainda que, oportunamente, serão divulgados os termos de referência para as entidades que pretendam se candidatar ao financiamento por parte da fundação, mas lembra que “é importante que os projectos estejam em consonância com as directrizes da fundação” que dirige.

Quanto à distribuição do financiamento nas respectivas áreas, a presidente do Conselho Executivo (PCE) da FBAI, Noelma Viegas D’Abreu, adiantou que o sector da educação e saúde serão os mais beneficiados com 35% e 25%, respectivamente, do valor global, ao passo que para o desporto e cultura serão injectados 20% para cada.

“Parte do investimento em responsabilidade social será alocado ao programa de bolsas de estudo, designado «Bolsa de Mérito BAI», no Instituto Superior de Administração e Finanças (ISAF)”, avançou.

Noelma D’Abreu aproveitou o momento para incentivar os jovens a apostarem fortemente nos estudos e na formação tecno-profissional, adiantando que para este ano estão disponíveis no ISAF cerca de 226 bolsas de estudos.

“Para este ano 2022/2023, temos disponíveis 226 bolsas de estudos para jovens angolanos com idade entre os 17 e 21 anos de idade, que tenham concluído o ensino médio com a média igual ou superior a 14 valores”, revelou a gestora.

Criada em 2020, a Fundação BAI congrega a Academia BAI, o Instituto Superior de Administração e Finanças (ISAF) e projectos de formação profissional para executivos.

Em 2021, a FBAI desenvolveu e apoiou projectos que beneficiaram, directa e indirectamente, de cerca de 95 mil pessoas nas mais variadas regiões do país, com destaque para os projectos de desenvolvimento integrado ‘Aldeia Osivambe’, na província do Cunene, e o ambiental ‘Bairro Verde Força de Vontade’, no Zango 4, em Luanda.

Bernardo Pires

Related post

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *