FAB escolhe Benguela para palco da 1.ª janela de apuramento ao Mundial de 2023

A Federação Angolana de Basquetebol (FAB) escolheu a província de Benguela para palco da disputa da primeira janela de apuramento ao Mundial sénior masculino da modalidade, a disputar-se na Indonésia, Filipinas e Japão entre 25 de Agosto e 10 de Setembro de 2023, apurou o jornal !STO É NOTÍCIA.

Para o embate de 22 de Novembro, em Benguela, frente a similar da Costa do Marfim, a FAB criou, a 26 de Outubro, uma comissão de trabalho que irá fazer os preparativos para este duelo, encabeçada pelo presidente do órgão reitor, Moniz Silva, coadjuvado pelo seu vice-presidente, Sílvio Lemos Ferreira.

À comissão recém-criada compete implementar linhas de orientação genérica, em matéria de organização e compatíveis com as orientações da FIBA, aprovar o plano de execução, a assegurar uma estreita cooperação e uma adequada troca de informações com a FIBA, bem como elaborar relatórios, entre outras tarefas.

Esta primeira janela de apuramento marca um jogo importante para a caminhada angolana com destino a um dos maiores eventos de basquetebol mundial a nível de selecções. O ‘núcleo duro’, liderado pelo empresário Moniz Silva, ainda não apresentou o substituto do espanhol Josep Clarós, uma situação que se deve à falta de condições financeiras na instituição, herdada, segundo o elenco da FAB, da anterior gestão.

Além da falta de treinador para o ‘cinco nacional’, a disputa da fase regular do campeonato norte-americano de basquetebol, a NBA, poderá voltar a constituir-se numa ‘dor-de-cabeça’ para o elenco de Moniz Silva, com o possível desfalque de Bruno Fernando, dos Boston Celtics.

No último Campeonato Africano de Basquetebol, disputado no Ruanda, Bruno Fernando não conseguiu representar as cores da bandeira nacional, por divergência de calendário, devido à sua participação na Summer League (Liga de Verão). Na verdade, desde que chegou à NBA, o basquetebolista nunca mais vestiu a camisola da selecção nacional.

Além de Bruno Fernando — primeira estrela angolana a pisar as quadras da liga americana de basquetebol —, Sílvio de Sousa pode também vir a ser outra ausência de vulto caso este conste das contas do novo seleccionador nacional.

No Grupo C de apuramento Mundial de 2023, a selecção angolana tem como adversários, além da Costa do Marfim, a República da Guiné e a República Centro Africana.

Dando continuidade ao “sucesso” do sistema de Competição da FIBA implementado em 2017, para qualificação das equipas para a Mundial da China, em 2019, este ano, 80 países vão discutir o apuramento em seis janelas durante 15 meses.

As partidas vão ser disputadas a duas voltas, com cada selecção a jogar em casa e fora, entre os dias 22 e 30 de Novembro deste ano, entre 21 de Fevereiro e 1 de Março de 2022, e entre 27 de Junho e 5 de Julho de 2022.

Os três primeiros classificados de cada grupo avançam para a segunda ronda de qualificação, onde irão jogar contra os três primeiros classificados de outro grupo, formando as séries E e F, no caso de África. Os dois primeiros classificados de cada série e o terceiro melhor da segunda ronda de qualificação asseguram o apuramento para o Mundial.

Avatar

Isto é Notícia

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *