EMIS volta a fazer soar os alarmes sobre as burlas no serviço Multicaixa Express

A Empresa Interbancária de Serviços (EMIS) voltou a reforçar o alerta aos cidadãos sobre uma rede de criminosos cibernéticos, que se fazem passar por seus funcionários, com o intuito de enganar usuários de serviços de Internet Banking ou Multicaixa Express.

De acordo com a EMIS, os supostos burlões usam páginas falsas nas redes sociais e, através das mesmas, enviam mensagens aleatórias aos usuários de Multicaixa Express ou Internet Banking, alegando tratar-se de uma nova versão de actualização do serviço, aliciando os utentes com um suposto adiantamento de até 50 mil kwanzas.

“Saudações. EMIS Empresa Interbancária de Serviços Responsável pela Rede Multicaixa Express Angola informa a todos utilizadores do serviço a activarem notificações de alerta no serviço Multicaixa Express”. Com esta versão vai poder receber alerta de quaisquer movimentações feitas na tua conta bancária”, escrevem os supostos burlões, nas mensagens que enviam aos utentes.

Em declarações, esta segunda-feira, 6, ao !STO É NOTÍCIA, o operador de call center da EMIS, Eduardo Zinga adiantou que os meliantes se têm aproveitado das redes sociais para conseguirem disseminar as falsas mensagens.

“Trata-se de uma rede de burla, que, através do Facebook, enviam mensagens aos usuários com o objectivo de os atrair, fingindo ser uma nova versão de actualização dos serviços”, explicou o funcionário.

Eduardo Zinga detalha que os burlões pedem os códigos do cartão e enviam uma série de instruções que levam o cidadão, na sua inocência, a conceder a autorização para estes desviarem todo o dinheiro que se encontra na conta bancária com apenas um clique.

A EMIS garantiu ao !STO É NOTÍCIA que o assunto já é de domínio das autoridades de combate aos crimes cibernéticos, porém, alerta os utentes a tomarem o máximo cuidado e encoraja as vítimas de tais práticas a denunciarem junto das autoridades policiais qualquer outra tentativa de burla.

Dados daquela instituição responsável pela gestão da rede de multicaixas e serviços de Multicaixa Express em todo o território nacional, indicam que só este ano já foram desviados pelos criminosos cibernéticos mais de 40 milhões de kwanzas, dos quais o Serviço de Investigação Criminal (SIC) conseguiu recuperar apenas pouco menos de um milhão de kwanzas.

Bernardo Pires

Bernardo Pires

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *