Isto É Notícia

Concessionária nacional assina primeiros contratos para exploração de quatro blocos onshore na Bacia do Kwanza

Partilhar conteúdo

A Agência Nacional de Petróleo, Gás e Biocombustíveis assinou, nesta quinta e sexta-feiras, 25 e 26, quatro contratos para a exploração dos blocos localizados na Bacia do Kwanza.

Trata-se dos primeiros contratos para a exploração onshore dos Blocos Kon 2, 11, 12 e 16, visando “contribuir significativamente para atenuar o declínio da produção nacional”.

Os contratos foram atribuídos, via negociações directas, aos consórcios KON 2, formado pelos operadores Intank, MTI, Brite’s; KON 11 – Sonangol, Brite’s, Atlas Group, Grupo Simples Oil e Omega; KON 12 – Sonangol, MTI, Atlas Group e Omega; KON 16 – Atlas Group, Intank, MTI e Brite’s.

Na ocasião, o presidente do Conselho de Administração da ANPG, Paulino Jerónimo, destacou o potencial elevado de todos os blocos, antevendo a possibilidade de entrarem em operação brevemente.

“Nenhum destes campos foi explorado até à exaustão. Foram, sim, abandonados por falta de equipamentos e das infra-estruturas necessárias”, assinalou.

Paulino Jerónimo disse que “o potencial estratégico do sector petrolífero em Angola mantém-se como uma referência para o desenvolvimento do país, motivo pelo qual está já em curso o processo que conduzirá a um novo concurso de licitações petrolíferas ainda este ano”.

“O arranque deste concurso será anunciado no dia 1 de Setembro”, anunciou o responsável.

A Bacia do Kwanza é uma bacia hidrográfica angolana, que tem o seu principal flúmen de escoamento o rio Kwanza, sendo a maior e mais importante bacia do país, abrangendo 152.570 km² de área de drenagem.

ISTO É NOTÍCIA

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *