Comandante provincial da Polícia Nacional em Cabinda morre a bordo de um voo da TAAG

Morreu, na madrugada desta sexta-feira, 13, vítima de doença, o delegado e comandante provincial da Polícia Nacional em Cabinda, comissário Eusébio Domingos de Almeida e Costa, a bordo da aeronave da TAAG-Linhas Aéreas de Angola, do tipo Boeing-777-300, NDT-653, matrícula – D2-TEJ, proveniente de Lisboa, Portugal.

Relatos apontam que o voo em que seguia o comissário aterrou no solo angolano na manhã desta sexta-feira, com o oficial da Polícia Nacional já sem vida, na sequência da deslocação a Portugal para tratamento médico.

Eusébio Domingos de Almeida e Costa nasceu na província de Benguela, aos 15 de Dezembro, e ingressou nas Forças Armadas Populares de Libertação de Angola (FAPLA) em 1974, na 1.ª Região Político-Militar, no Centro de Instrução militar “Mussenga”, na especialidade de infantaria, onde posteriormente ocupou várias funções de destaque, tais como a de chefe político da Direcção Nacional de Inteligência Externa, Emigração e Fronteiras de Angola, entre outras.

Enquanto militar ocupou vários cargos de chefia como o de chefe político da Direcção Nacional de Inteligência Externa, Comissário Político da Comissão do 1.º Recrutamento Militar Obrigatório do Kwanza-Norte e chefe político da Direcção Nacional de Emigração e Fronteiras de Angola.

Em Novembro de 2010, Eusébio e Costa foi nomeado ao cargo de delegado do MININT e comandante provincial de Cabinda, onde trabalhou até à data da sua morte.

Licenciado em Ciências Sociais e História, Eusébio Domingos de Almeida e Costa foi também mestre em História, Criminologia e Políticas Criminais e pós-graduado em Direcção Estratégica de Enfrentamento, pelo Instituto Superior do Ministério do Interior da República de Cuba.

Gabriela Vaia

Gabriela Vaia

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.