Cineasta Jorge António enaltece ‘feitos’ do filme ‘Nossa Senhora da Loja do Chinês’, de Ery Claver

 Cineasta Jorge António enaltece ‘feitos’ do filme ‘Nossa Senhora da Loja do Chinês’, de Ery Claver

Após a projecção em sessões privadas do filme ‘Nossa Senhora da Loja do Chinês’, o cineasta português Jorge António enalteceu a produção de Ery Claver, sublinhando ser “uma das mais interessantes que viu nos últimos anos em Angola”.

O projecto lançado pela produtora angolana Geração 80 é a primeira longa-metragem escrita e realizada pelo cineasta Ery Claver, tendo sido exibido no Cine Geração em seis sessões privadas nas últimas três semanas do mês de Janeiro, para uma equipa restrita de actores, amigos e amantes de cinema.

Jorge António destacou as competências, empenho e profissionalismo da equipa da produtora Geração 80 que, desde o início, acreditou serem “o garante do presente e do futuro de um cinema angolano”.

“Equipa trabalhadora com ideias e ideais. Coerentes no seu discurso e originais nas suas propostas artísticas. Não são bajulinos, lambe-botas ou testas-de-ferro. Não são idiotas, nem dizem parvoíces nas entrevistas, nem postam ignorâncias nas redes sociais”, realçou Jorge António, numa publicação na rede social Facebook.

Filmado inteiramente nas ruas e espaços urbanos de Luanda, o drama traz uma narrativa em torno da realidade angolana, desde a situação política, servidão, abuso, violência, morte, fantasma, fé, religião, desejos de vingança, segredos, tudo abordado num contexto familiar.

Fazem parte do elenco do filme os conhecidos actores Cláudia Pucuta, David Enoque Caracol e Willi Ribeiro, pelos quais Jorge António também manifesta admiração na sua publicação.

O filme gravado em plena pandemia da Covid-19, no ano de 2020, é a continuidade do compromisso da Geração 80 em contar histórias angolanas, produzir cinema independente e de autor.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.