Banco VTB África pede a clientes em Angola que se abstenham de fazer operações em USD e Euros

O Banco VTB África, sucursal do VTB de Moscovo, pertencente ao Grupo empresarial russo VTB, está a ser afectado directamente pelas sanções impostas à Rússia pela União Europeia e pelas Nações Unidas (ONU), devido ao conflito na Ucrânia.

Numa nota de imprensa chegada à redacção do !STO É NOTÍCIA, o VTB África em Angola informa aos seus clientes que está a experimentar algumas limitações, estando a operar abaixo das sanções impostas pelos Estados Unidos da América (EUA) ao governo russo e suas instituições, nacionais e internacionais.

Em face da actual situação, o VTB África em Angola recomenda aos seus clientes a absterem-se, temporariamente, de quaisquer operações de pagamentos em dólares norte-americanos ou euros, incluindo as operações para o recebimento de receitas de exportação, receitas cambiais, pagamentos internacionais de importação de bens e serviços, bem como o pagamento de funcionários expatriados.

O banco assegura, entretanto, que continua a prestar os principais serviços financeiros bancários, mantendo o elevado nível de liquidez de capital. “As restrições adoptadas não afectam a segurança e a disponibilidade dos recursos dos clientes em moeda nacional [kwanza]”, lê-se no documento.

O banco internacional russo sublinha ainda que “está a evidenciar esforços para garantir e a salvaguarda os interesses dos seus clientes, de forma a protege-los de eventuais perdas”.

Desde a invasão das tropas russas ao território ucraniano, várias instituições internacionais russas têm sido alvo de sanções, sobretudo os bancos, cujos activos vão sendo congelados pelos países da União Europeia e pelo governo americano, como forma de retaliação.

A VTB e a Sberbank são os dois maiores bancos russos e aqueles que mais estão a ser alvo de sanções internacionais, como resposta à invasão militar russa ao território da Ucrânia.  As instituições bancárias têm assistido ao congelamento de seus activos fora das fronteiras russas, tendo isso chegado a Angola e ao Vietname.

Diariamente, as instituições financeiras russas conduzem transações no mercado cambial avaliadas, a nível global, em 46 mil milhões de dólares (40 mil milhões de euros), 80% dos quais em dólares americanos, de acordo com dados avançados pelo jornal português Expresso.

Operando no mercado angolano desde 2006, o VTB África tem como principal accionista o VTB Moscovo, que é o segundo maior banco da Rússia, atrás do   Sberbank.

O grupo conta com uma presença em mais de 20 países e com uma forte presença na área de banca de investimento, tendo recebido, em 2011, mais de 15 distinções internacionais, incluindo de Melhor Banco de Investimento na Rússia, pela Global Finance e pela World Finance.

Avatar

Isto é Notícia

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.