Banco Caixa Geral Angola leiloa 25% das suas acções na bolsa angolana

 Banco Caixa Geral Angola leiloa 25% das suas acções na bolsa angolana

A estrutura accionista do Banco Caixa Geral Angola (BCGA) colocou, na segunda-feira, 5, em leilão na bolsa angolana, até ao dia 16 do corrente mês, 25% do seu capital social, um total de cinco milhões de acções detidas pelo Estado angolano através da petrolífera Sonangol E.P (24%) e Sonangol Holding (1%).

De acordo com dados do prospecto, cada uma das acções está a ser leiloada a um preço compreendido no intervalo entre 4 250 e 5 000 kwanzas.

Com este leilão, a petrolífera estatal deixa de fazer parte da estrutura accionistas do banco, uma medida a ser executada no âmbito Programa de Privatizações (PROPRIV), conduzido pelo governo através do Instituto de Gestão de Activos e Participações do Estado (IGAPE).

A Oferta Pública Inicial (OPI) do Banco Caixa Angola incide apenas sobre as cinco milhões de acções, de um total de 20 milhões, até então pertencentes à Sonangol, correspondente a 25% do capital social e dos direitos de voto.

Ainda segundo o propecto do leilão, são direccionadas 1.600.000 acções ao público em geral (8,0%), 400.000 aos trabalhadores do banco (2,0%) e 3.000.000 acções aos accionistas angolanos (15%).

Conforme definido, cada investidor só poderá submeter ordens dentro do intervalo de preço definido (entre 4250 e cinco mil kwanzas), sob risco de ver a sua ordem de compra considerada inválida por “irregularidade”.

O Caixa Geral Angola é um banco pertencente ao Grupo empresarial português CGD (Caixa Geral de Depósitos), detentores do banco Caixa Geral de Portugal.

O BCGA tem um capital social de kz 60.000.000.000 (sessenta mil milhões de kwanzas) que se distribui pelos accionistas Caixa Geral de Depósitos, S.A. (51%); Sonangol Holdings Lda. (1%); Sonangol E.P (24%); Jaime Freitas (12%) e António Mosquito (12%).

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.